Um Ponto, uma Prece: pontos cantados na Umbanda




Olá, seja bem-vindo ao "Um Ponto, uma Prece"!

Clique aqui para visualizar / conhecer o Hino da Umbanda.

Confira o índice completo das postagens no lado direito do blog.

Abraço fraterno e muito Axé!
Saravá!

IEMANJÁ (Ave Maria da Rua - Raul Seixas)



"No lixo dos quintais, na mesa do café

No amor dos carnavais, na mão, no pé, oh

Tu estás, tu estás, no tapa e no perdão, no ódio e na oração!


Teu nome é Yemanjá, Yemanjá...

E é Virgem Maria... é Glória e é Cecília, na noite fria!

Ou, minha mãe, minha filha,

Tu és qualquer mulher, mulher em qualquer dia...


Bastou o teu olhar, teu olhar

Pra me calar a voz, de onde está você

Rogai por nós!


Minha mãe, minha mãe...

Me ensina a segurar a barra de te amar!


Não estou cantando só, cantamos todos nós!

Mas cada um nasceu, com a sua voz!

Pra dizer, pra falar, de forma diferente

O que todo mundo sente!


Segure a minha mão, quando ela fraquejar

E não deixe a solidão me assustar...


Minha mãe, nossa mãe

E mata minha fome nas letras do teu nome!


Minha mãe, nossa mãe

E mata minha fome nas letras do teu nome!


Minha mãe, nossa mãe

E mata minha fome

Na glória do teu nome!"





2 comentários:

Laura disse...

Pai Fernando é uma figura única... Um Pai de Santo que introduziu no Terreiro músicas de Raul Seixas... tudo de bom!

Essa canção é muito bonita e poética... Após cerca de dois meses de "férias", estávamos reunidos no Terreiro para a primeira Gira do ano... Lotada, com médiuns de várias correntes do TPM na assistência, e os de segunda-feira de branco... E eis que na abertura da Gira cantam essa música... Me emocionei muito, de saudades do Terreiro, de estar feliz por estar de volta... e também pq havia acabado de saber do falecimento de um Capitão da Gira... Não houve outra alternativa, a não ser chorar bastante, aliviando a alma e entregando meu coração a nossa Grande Mãe.

Odoyá, minha mãe. Nossa mãe.

Morgana disse...

Lindíssima a imagem da sereia... E linda música também! Odoyá.