Um Ponto, uma Prece: pontos cantados na Umbanda




Olá, seja bem-vindo ao "Um Ponto, uma Prece"!

Clique aqui para visualizar / conhecer o Hino da Umbanda.

Confira o índice completo das postagens no lado direito do blog.

Abraço fraterno e muito Axé!
Saravá!

Pretos Velhos (Fazenda velha, cumeeira arriou...)



Fazenda velha, cumeeira arriou

Levanta, negro, cativeiro acabou


Se negro soubesse o talento que ele tem

Não aturava desaforo de ninguém


Levanta Pedro, casa grande tá chamando

Oi que o sino tá badalando, já é hora do jantar


Troca seus pano mas num passa da cozinha

Oi não me acorde sinhazinha que ela parou de chorar


Dona Tereza quando entra na senzala

Oi, corre atrás de rezadeira com criança pra benzer


A carne é fraca, o santo é forte na ribeira

Oi, vira santo a noite inteira, quero ver agradecer!




(Pedro e Tereza, música de Teresa Cristina e Grupo Semente)

Um comentário:

Laura disse...

Sarve os Pretos e Pretas Velhas da nossa Umbanda!

As Giras de Pretos e de Caboclos são minhas preferidas... Nas de Preto, após o intervalo, quando vai começar a Gira, e o Pai Pequeno puxa essa música... caramba... "Fazenda velha, cumeeira arriou... levanta negro, cativeiro acabou..." muito bom, me emociona mesmo.